domingo, 29 de maio de 2016

As mudanças geradas pelo espírito santo de Deus...

Andar com Deus é diferente de simplesmente dizer que anda com Deus! Eu entendi que  andar com Deus é aceitar e obedecer, observando os seguintes mandamentos que Jesus em sua infinita sabedoria nos deixou como legado em sua palavra. Primeiro mandamento: amarás o Senhor  teu Deus de todo teu coração, de toda a tua alma e de todo teu entendimento e o segundo  amarás teu próximo como a ti mesmo. Para cumprir o primeiro mandamento precisamos buscar a Deus em primeiro lugar em nossas vidas dando lhe prioridade total. Ele deve está acima de tudo em nossas vidas! Devemos nutrir um amor racional ao nosso Deus, não um amor de emoções, não só um amor de momentos no culto de domingo, mas um amor comprometido com sua palavra. Convidar Deus para ser Senhor da sua vida implica em convidar Deus para dirigir seu pensar, seu agir... Deixar o espírito santo guiar seus passos e suas atitudes. Entender que Deus etá no controle da sua vidada e que deve entregar esse controle a Ele, e Ele agirá de maneira espantosa  no seu modo de ser, perceber a viada e as pessoas.

Cumprir o segundo mandamento é mais complicado porque exige de nós mudanças de posicionamento em relação as pessoas que nos cercam. Para que mudemos o externo é preciso se mudar interiormente. Precisa meditar naquilo que é prerrogativa para mudar e que mudanças precisa fazer a luz da palavra Deus. Quando a nossa vida é impactada pelo espírito santo através do ouvir a palavra Deus, é inevitável a mudança. A necessidade de viver a palavra nos afirmam como servo que devemos ser para a glória de Deus Pai. Por que só ama o seu próximo quem conhece e ama a Deus primeiro. O próximo que o mandamento fala não é somente as pessoas que te amam e são da sua família e do seu círculo de amizade. São também as pessoas que te ferem, que te magoam e que te querem mal. Mas queremos agir por nossa própria justiça, achando que não somos maus quando agredimos as  pessoas que nos feriram e que agindo assim só estamos justificando os erros dos outros contra nós. O coração do homem é enganoso deste a sua meninice (Jr. 17.9, Gn. 8.21), caso o homem não se importe em se aproximar do Senhor, evitando-o, é entregue as suas paixões, aos seus sentimentos perversos (Rm. 1.28,29).

Deus nos chama para viver em novidade de vida, vida esta gerada no nosso interior pelo espírito santo. Devemos então deixar o velho homem e suas inclinações para o pecado e nos revestimos da sabedoria e poder de Deus para então nos aperfeiçoarmos no caráter de Cristo. Se antes mentias, hoje, não mintas mais, se antes falava mal do seu colega de trabalho, da sua sogra, hoje, não fale mais. Se desejava o mal pra alguém, hoje, não deseja mais. A vida nova gerada pelo espírito santo nos faz querer amar as pessoas, nos faz ver que todo ser humano é amado por Deus e só precisa de uma oportunidade para ouvir sobre este amor. E é tão maravilhoso entender que Deus nos está dando o privilégio de sermos portadores de sua palavra. "Se formos humildes poderemos ser usados por Deus e somos surpreendidos ao saber que podemos ser usados por Deus." (Max Lucado)

quarta-feira, 25 de maio de 2016

As consequências do afastamento de Deus...

Quando escolhemos viver afastados de Deus seja consciente ou inconscientemente sofremos as consequências do nosso ato por que Cristo é a vida (João 14:6), longe de Cristo não há vida! Por que eu digo isso? Pense... se Cristo é a vida, logo, longe Dele não há vida! Como assim? Acordamos todos os dias, fazemos nossas refeições, vamos ao trabalho, estudamos, até vamos a igreja e como não estamos vivos? Aquele que vivem em Cristo o adora em espirito e em verdade. Antes se entrega ao serviço de Deus sendo obediente aos seus propósitos. " Aquele que tem os mandamentos e os guarda esse é o que me ama será amado de meu Pai e o amarei me manifestarei nele" (João 14.21) Quando Cristo manifesta a sua gloria em nós é impossível não viver plenamente.


Precisamos ter a consciência que vida é desastrosa longe dos propósitos de Deus! Acordamos cheios de incertezas, com medo do  que vamos enfrentar no decorrer do dia. O mal humor toma conta de nós, muitas vezes, a família,  as pessoas  do trabalho não aguenta se quer ouvir a nossa voz, porque só sabemos reclamar de tudo, tudo ruim nada presta! Nós tornarmos pessoas amargas, tristes, doentes! Há aquelas que vivem de aparências e tentam mostrar um lado tranquilo e feliz! Mas lá no profundo do seu ser são pessoas amarguradas e inseguras diante das situações e problemas da vida, sofrem caladas e não externam seus sentimentos. 

A beleza de viver é poder contar com um amigo que é amoroso e tudo sabe e conhece sobre nós. Reconhecer que somos escolhidos por Deus para vivermos a sua vida, porque ele viveu a nossa morte é maravilho! Porque antes de nós escolhermos a Deus ele nos escolheu primeiro. O seu proposito divino é que vivamos uma vida plena com Ele. Como entender isso sem buscá-lo, sem conhecê-lo? 

O distanciamento de Deus gera no seio da família conflitos, desarmonia, desamor, desunião e quando a família está desestruturara tudo vai mal no trabalho, na igreja, na vida. Me arrependo de não ter buscado com mais entusiasmo e força o meu Deus há mais tempo, enquanto minhas filhas eram pequenas e poderia ter ensinado a elas amor de Deus com mais propriedade, quem sabe, hoje, poderia ter evitado o afastamento delas dos caminhos do Senhor. Mas a palavra do Senhor nos garante que teremos uma nova chance e que ele reescreve uma nova história para aqueles que se arrepende de seus maus caminhos e se volta para ele. Não sei talvez a minha história teria tomado outo rumo, não sei! Muitas coisas que aconteceram na minha trajetória de vida poderia ter sido evitadas se tivesse buscado Deus como deveria. Mas Deus é tão maravilhoso que acredito que vou postar aqui a conversão da minha família inteira por que as promessas de Deus vão se cumprir na vida daqueles que o busca de todo o coração.

A partir do momento que meus olhos espirituais começaram a se abrir pela ação do espirito santo compreendi que abusca por Deus só estava começando e que se eu quisesse salvar o meu relacionamento familiar eu precisaria entrar em guerra comigo mesmo para que a minha família mudasse eu deveria mudar primeiro. Por ser eu uma mulher cristã naquela família, teria que partir de mim e não ao contrário a mudança. Porque é inevitável a mudança, a partir do momento que nós somos tomados pelo espírito santo de Deus. É uma força tão poderosa que nos impulsiona a buscar se semelhar ao caráter de Cristo.  O cristão quando passa por tal transformação, ele observa os frutos do espirito em sua vida: o amor apaixonado pelo próximo seja esse próximo aquele que te faz bem como aquele que te aborrece. A alegria decorrente de uma intimidade com Deus. A paz (a tranquilidade) que independe das circunstâncias. A longanimidade (paciência) até mesmo quando são descortês e mesmo assim continua a manter a amabilidade.  A benignidade  é uma forma de amor misericordioso. A bondade é prática do bem para com todos sem distinção. A fé é manter-se fiel a Deus em qual quer circunstância. A mansidão manter-se controlado diante de situações estressantes. A temperança (domínio próprio) domínio sobre os desejos da carne e pelo espirito santo exercitamos o amor disciplinar de Deus.

Próximo assunto a ser abordado: A mudança que gera um amor que transborda. Encontrar no link abaixo:

http://apaixonadosporcristoclaudia.blogspot.com.br/2016/05/a-mudanca-gerada-pelo-espirito-santo-de.html

Fonte: http://www.blogdosemeador.com/discipulado/o-fruto-do-espirito-santo       

sábado, 21 de maio de 2016

O despertar de um desejo...

Eu sempre ia a igreja, querendo ser tocada pelo poder de Divino, mas nunca me entregava totalmente a Deus, não orava, não lia a bíblia como deveria, não me envolvia completamente. Num domingo, como outro qualquer fui a igreja o pastor trouxe uma palavra que realmente mexeu comigo de uma maneira impactante e ao mesmo tempo constrangedora por que tocava na minha ferida. Falava do crente morno, daquele que está na igreja, mas não se envolve com Deus. Aquele que gosta de ouvir a palavra, canta e não se encanta com Deus e nem ver o mover do espirito.

A partir daquele momento tomei a decisão de colocar Deus em primeiro lugar na minha vida! Mas como fazer tal coisa, por onde começar... Comecei a prestar atenção no que o meu pastor falava, mas como assim, antes não prestava atenção? Uma coisa é ouvir, outra coisa é internalizar, refletir e aceitar a verdade da palavra de Deus no seu coração. Quando dei lugar ao espírito santo no meu coração a minha visão do reino de Deus mudou por completo. Fui percebendo que algo diferente em mim acontecia a cada dia. Comecei a compreender que o cominho para para Deus estava em dedicar tempo pra ler a bíblia e orar. Abracei o propósito de me dedicar a Deus assim que acordasse, mesmo antes do café da manhã eu iria ler a palavra e orar. No início foi difícil, pois tive que me obrigar a fazer isto, por que a carne pende pra coisas que são da carne. É muito melhor dormir mais um pouquinho, levantar e logo tomar o café da manhã. 
A minha vontade de recomeçar era tão grande que até mudei a minha foto de capa do Facebook que é a imagem que ilustra este poste. Eu queria  mostrar que tinha renascido e que me minha vida será dedicada a aquele que vivi e reina para sempre Jesus! É difícil explicar a obra de Deus em nossas vidas! De fato estava na igreja, Cristo me salvou, e na sua palavra está escrito aquele que vem até mim de maneira nenhuma lançarei fora. O que acontecia então? Porque me sentia tão infeliz? A resposta é a seguinte apesar estar na igreja há tantos anos não conhecia Deus, não acreditava plenamente em suas promessas. Pensava comigo mesmo, como aquele irmão é tão abençoado, tão cheio da unção e eu? Por que isso não acontece comigo? Sabe, para que algo aconteça em sua vida é preciso dedicação.Tomamos como exemplo aprovação em concurso público: para o candidato ter êxito é preciso se dedicar ao estudo, ser inteligente e estudar do jeito certo, não adianta estudar qualquer coisa, para conquistar as primeiras vagas é preciso ter ousadia e acreditar que vai ser aprovado. Eu até buscava a Deus, mas buscava da maneira errada. Achando que indo a igreja aos domingos era suficiente para conhecer Deus... Não!  Deus quer que busquemos a ele com inteligência, com dedicação, com alegria, orando  e estudando sua palavra. O culto a Ele deve ser racional, ou seja devemos saber exatamente o que estamos fazendo, para quem estamos fazendo e para quê estamos fazendo.

Me dispus a frequentar aos cultos de oração que não ia há muitos anos.. No primeiro dia foi muito difícil. Nas horas que se seguiram antes do culto vinha todo tipo de pensamento na minha cabeça: O que os irmãos iriam pensar de mim depois de tanto tempo sem aparecer? O que eu iria encontrar lá? Parecia que não queria admitir que precisa de Deus e da comunhão dos meus irmãos.Na primeira semana perdi a hora do culto me distrai com os afazeres e me esqueci, quando lembrei já era tarde! Na semana seguinte,decidida a não esquecer, coloquei o relógio do telefone para despertar uma hora antes.Quando cheguei ao culto tudo parecia muito diferente da época de quando frequentava, pouca gente, a igreja estava completamente vazia. Pensei comigo, meu Deus assim todos vão notar a minha presença que vergonha! O culto ia seguindo e lá estava eu lutando com os meus pensamentos, no momento da oração a dirigente chamou todas as pessoas que estavam sentadas para receber oração. Foi quando eu pensei, e agora vou ter que ir lá frente, todos vão me notar que vergonha! Mesmo com toda dificuldade fui e recebi oração. Foi maravilhoso! Depois desse dia não parei mais de ir ao culto de oração.Esse tempo que me afastei dos cultos, me afastei também da convivência com as pessoas da igreja. Aos poucos fui me enturmando novamente e comecei a frequentar a escola dominical e aprender mais com os irmãos sobre a palavra de Deus.  

Próximo assunto a ser abordado: as consequências do afastamento de Deus. Encontrar no link abaixo:
http://apaixonadosporcristoclaudia.blogspot.com.br/2016/05/as-consequencias-do-afastamento-de-deus.html

quarta-feira, 18 de maio de 2016

A busca por Deus...

Eu vivi na igreja desde de muito pequena, fui batizada na igreja católica, depois minha mãe se converteu para uma igreja evangélica e assim fui convivendo com esta crença até meus dezenove anos. Um belo dia resolvi mudar! Depois que me tornei adulta, que não tinha  mais as amarras dos meus pais, fui procurar novos caminhos, longe tudo aquilo, afinal precisava experimentar o que a vida tinha a me oferecer...

A vida que escolhi me levou por caminhos que não condiziam com uma vida cristã. Vivi muito tempo procurando algo que não consegui encontrar nem dentro da igreja a qual eu frequentei a vida toda e nem fora dela. Na verdade, eu buscava a presença transformadora de Deus, mas como encontrar? Eu já havia estado na igreja a vida inteira e nada! Continuava vazia, sem nada! Depois de anos fora da igreja, voltei... parecia que uma força maior me atraia de volta pra igreja e como se alguém me chamasse insistentemente. Agora eu já estava casada com duas filhas. Procurei me firmar, mas parecia que tudo estava exatamente como antes, as lutas continuaram e o adversário parecia implacável.

Eu frequentei esta igreja mais ao menos 16 anos e nada, continuava na geladeira. No início eu frequentava todos os cultos me empenhava nas minhas atribuições. Mas quando tive uma decepção no meu casamento, resolvi não frequentar a igreja como antes. Ia só aos domingos quando dava, e assim fui desanimando e minhas filhas também já iam como antes.  Vivia de aparência, ia a igreja pra mostrar que tinha uma vida cristã. Apesar de não descartar que só existe vida em cristo eu não conseguia entender o proposito de Deus para minha vida. Por que não conhecia Deus e não entendia o seu querer na minha vida, muitas vezes, desistimos por não sabermos buscar da forma certa e  por isso se torna cansativa e frustrante esta busca.

Eu sempre ia a igreja, querendo ser tocada pelo poder de Divino, mas nunca me entregava totalmente a Deus, não orava, não lia a bíblia, não me envolvia completamente. Num domingo, como outro qualquer fui a igreja o pastor trouxe uma palavra que realmente mexeu comigo de uma maneira impactante e ao mesmo tempo constrangedora por que tocava na minha ferida. Falava do crente morno, daquele que está na igreja, mas não se envolve com Deus. Aquele que gosta de ouvir a palavra, canta e não se encanta com Deus e nem ver o mover do seu espirito.

Naquele dia fui pra casa e não consegui dormir por que aquela palavra ficava martelando na minha cabeça e comecei a refletir sobre a ninha vida como tinha vivido desanimada e carente de Deus! As lágrimas vinham aos meus olhos sem que pudesse controlá-las. Meu marido dormia ao meu lado e tentava parar de chorar, mas não conseguia, parecia que eu estava sendo lavada por dentro, a impressão que eu  tinha é que eu estava renascendo naquele momento. A partir daquele dia eu tomei a decisão de não ficar nem mais um dia longe Deus!

Eu escrevo para pessoas crentes que frequentaram igreja a vida inteira, mas não conhecem o verdadeiro milagre de ser cristão não experimentaram uma vida plena. Deus não quer que tenhamos uma vida pela metade, uma sobre vida. Deus quer tenhamos vida e vida em abundância. O diabo vem para roubar nossa alegria, nossa paz. Não podemos permitir e nem aceitar, quando fazemos isso anulamos, em nossas vidas, o sacrifício que Jesus fez por nós na cruz.Temos que ter em mente que para cada mentira do diabo existe uma palavra que vem da boca de Deus anulando as mentiras do inimigo de nossas almas.

Na próxima postagem abordarei quais foram os passos para que uma efetiva aproximação de Deus acontecesse. Encontre no link abaixo:
http://apaixonadosporcristoclaudia.blogspot.com.br/2016/05/o-despertar-de-um-desejo.html

A poderosa paixão de Cristo por nós!

Se amarmos uns aos outros, Deus permanece em nós, e o seu amor está em nós.
                                                           I João 4: 12

Deus ama você. Esse amor é pessoal, poderoso e apaixonado. Outras pessoas prometeram amor e não cumpriram. Mas Deus prometeu amor de verdade. O amor que Ele tem por nós nunca falha. E se você permitir, esse amor pode preencher sua vida e transbordar para outras pessoas.

Max Lucado